sexta-feira, 4 de novembro de 2011

ALIANÇA NEGRA



O punhal da covardia

lança-se na escuridão
do medo de amar.
Deixando na bainha
o sangue negro do adeus.

A promessa que outrora
vingava,
submerge no charco da mentira,

Agora carrego
no dedo...
A Aliança Negra
do enlace traiçoeiro
com a solidão.

Fernando Matos

Poeta Pernambucano



3 comentários:

  1. Ual! Que sobrio, mas nem por isso, menos belo! Olá fernado conhecer teu cantinho foi um prazer, e participar dele mais ainda!

    =) Vim te visitar e desejar uma ótima noite! Bj

    Aline Santos, autora do blog 'Epífises de uma Pérola.'

    ResponderExcluir